6/25/2009

novas Quadras

I

Viajando pelas Espanhas,
Atravessando o Marão,
Minha Fé move montanhas
Para atingir teu coração.

II

Por moinhos de Quixote,
Caminhos de Compostela,
Febril como um archote,
Procuro eu a donzela.

III

Deito e amanheço
Sempre a sonhar.
Sem fim nem começo:
É eterno o deambular.

4 comentários:

artemísia disse...

Muito, muito bonito. Tens obra publicada?

Anónimo disse...

Amores repartidos afagam as dores quando são sentidos...

anônimos disse...

Febril como um petardo
só vou pensando em tú
enquanto não chega o Ricardo
sinto cheio o cú.

F. disse...

Artemísia:
A obra vai sendo publicada em Pedro procura Inês - livre "download" autorizado.

Anónimo 1:
É bem verdade!

Anónimo 2:
Desde que o Ricardo não se enciume...