7/16/2009

Dia de estreia



Ameaças de morte?
não sabem ler versos de amor...

3 comentários:

Tiago Rodrigues disse...

Caro Rui Faustino,

Lamento profundamente que, depois da nossa conversa telefónica, onde esclareci e demonstrei que não há lugar a qualquer apropriação intelectual do seu trabalho, tenha agido duma forma que considero inaceitável.

Como lhe comuniquei por telefone e via mail, a utilização da frase "Pedro procura Inês" é originária de uma fotografia de uma pintura mural. O mesmo se passa com todos os títulos dos três espectáculos apresentados no âmbito do projecto Estúdios no Teatro Municipal Maria Matos. Usámos os três títulos com a plena consciência de que não estão ao abrigo de direitos autorais.

Como lhe comuniquei igualmente, qualquer dos artistas que integram este projecto, e que são os únicos e exclusivos responsáveis pela escolha dos títulos, desconheciam o seu trabalho. No entanto, quando por si contactados, mostrámos todo o interesse em informar o público o mais amplamente quanto possível que, segundo o que nos disse, o mural em questão era um mural publicitário do seu blogue (facto que desconhecíamos porque o próprio mural não presta qualquer informação quanto à existência de um blogue associado). Sublinho que, no nosso ponto de vista, não tínhamos qualquer obrigação legal de fazer esta ressalva no nosso material de divulgação e que até fomos nós quem sugeriu tal medida. Além disso, qualquer um destes três espectáculos só será apresentado durante apenas três noites e não voltará a ser apresentado publicamente. A sua resposta foi que o esclarecimento que lhe prestei era suficiente e que aceitava o convite para vir ver o espectáculo.

Posteriormente, fiquei surpreso e desiludido ao ser confrontado com as ameaças que tem lançado à equipa do Teatro Maria Matos através do seu blogue. Ameaças onde promete perseguir os trabalhadores do teatro, faz referência a "armas" e utiliza linguagem ofensiva.

Está no direito, como qualquer cidadão português, de fazer acusações dentro do limite da lei (tenha ou não razão nessas acusações). Tem igualmente o direito de proceder judicialmente, caso se sinta lesado. Estou certo de que não há motivos objectivos para o fazer, mas esse direito assite-lhe. Já por outro lado, não lhe assiste o direito de caluniar, insultar e, muito menos, ameaçar pessoas e instituições.

Nesse sentido, envio-lhe este mail para expressar a minha solidariedade total com a equipa do Teatro Maria Matos. Compreenderá que, face à forma inaceitável e ilegal como tem procedido, me veja impelido a retirar o convite que lhe fiz para assistir à estreia deste espectáculo.

Solicitava ainda que, caso deseje divulgar este mail de alguma forma, o faça na íntegra, sem quaisquer frases truncadas ou cortadas. Estou certo que compreende este pedido.

Os meus cumprimentos,

Tiago Rodrigues

F. disse...

Blá, blá, blá...

Retirarem-me os 2 convites é apenas mesquinho.

Quero imaginar que tu até és boa pessoa e noutras circunstâncias poderíamos ter sido amigos. Não te guardo, ou seja a quem for, qualquer tipo de rancor.

Junta isto à queixa-crime.

Um adeus Inesiano,
Rui Faustino

Francisco disse...

Polémica no UNderGRounD, de quem é Inês?
http://mundoemguerra.blogspot.com/2009/07/polemica-no-underground.html