11/08/2009

em Domingo de chuva...




"Estou sozinho; as pessoas voltaram quase todas a casa; estão a ler o jornal da noite ao som da telefonia. O domingo que findou deixou-lhes um gosto de cinza, e já o pensamento se lhes vira para a segunda-feira. Mas, para mim, não há segunda-feira, nem domingo: há dias que se empurram uns aos outros em desordem, e, depois, bruscamente, iluminações como esta."

A Náusea
Jean-Paul Sarte

1 comentário:

A rapariga que roubava livros disse...

Com um terraço como o teu é claro que há inspiração =)