11/04/2009

Justificação astrológica para que Pedro procure Inês

Uma das técnicas de presságio da Astrologia, chama-se "Trânsitos". O princípio é simples: se um Mapa Astral cartografa a posição dos astros no momento de nascimento, os planetas, todavia, continuam a sua deslocação no espaço e, ao fim de algum tempo, transitando pelo cosmos, cruzam pontos sensíveis do Mapa Astral levantado.
Atente-se no Mapa Astral da Inês: no momento do seu nascimento, os planetas Júpiter e Marte encontravam-se, respectivamente, a 3º e 8ª do Signo Caranguejo e na Casa 5 (se os signos representam as energias e os planetas os agentes, as casas representam as esferas de acção).
Mais de 30 anos depois que sucede? Em Trânsito, Plutão (o Deus do Inferno, planeta da morte da transformação) já não está a 13º Balança, tal como se encontrava no momento do nascimento de Inês, mas chegou aos primeiros graus do signo Capricórnio.
Nos próximos anos, Plutão fará uma Oposição (distância de 180º) aos Planetas que Inês tem situados em Caranguejo e na Casa 5. Dum ponto de vista, daquilo que é a expressão criativa do seu Ego, da sua afirmação pessoal e da auto-imagem, não restará pedra sobre pedra. Mais prosaicamente, convém não perder de vista que, na ausência de Filhos, será na esfera do Romance que essas convulsões se darão. Porquê? Pela contradição entre a segurança emocional (tema da casa 8 onde estava inicialmente Plutão) e a aspiração criativa e romântica (tema da casa 5 onde se encontram os planetas Marte e Júpiter que serão transitados pelo dito Plutão)

Dás-me um toque?

Espero que todo este linguagês astrológico seja compreensível...

2 comentários:

Anónimo disse...

vê lá se encontras a inês e lhe fazes um filho, só para contrariar esse trânsito todo nas casas emocionais.

Miguel disse...

ve la se paras com astrologias que n te levam a lado nenhum e lutas pelo mque queres.
a inês