12/02/2009

Uma explicação necessária

"Eu fui uma prostituta lírica" é a estória fantasiada dos passos perdidos e das plásticas paixões pelas quais, pueril e cego, perdi o amor de Inês...

3 comentários:

Vitor Espadinha disse...

isto parece uma crónica dos bons malandros. Não admira que a Inês te dê banho

Cátia disse...

e resposta para o mail com a previsão amorosa para 2010??

Rui Fernandes disse...

Rui, bem parece que a busca pela Inês continua, não é verdade?
Ainda bem, um dia vai ser recompensado, é preciso ter força para agarrar o futuro.

Abraço Amigo,
Rui Fernandes
http://life-filipe-fernandes.blogspot.com