1/06/2010

Há 1 ano que te procuro!

Era o dia de reis... lembras-te, linda Inês, quando esbarrámos um no outro pelas voltas que o destino quis? Foi há um ano que disseste que me amavas. Foi há um ano. Parece que foi ontem: o tempo voou.

2 comentários:

André Levy disse...

És um marco do romantismo! Se soubesse mais sobre a Inês, acredita que dava uma ajuda. Não é uma figura mítica, imaginaria, um santo graal? É mesmo uma pessoa? Conheço umas Ines's, até uma Inês que gosto muito e que, apesar do teu amor tão constante e incondicional, não hesitaria em seduzir para mim mesmo. Em todo o caso, toda Lisboa torce por ti. Força

F. disse...

Muito obrigado pelas tuas gentis palavras, andré!